Portugués

Os 20 países que mais atrairão IDE em 2023

Os Estados Unidos, a China e Singapura foram classificados como os países que mais atraíram IDE em 2023, de acordo com a CNUCED.Globalmente, os fluxos de IDE foram de 1,33 biliões de dólares em 2023, uma descida de 2% em termos anuais.Estas foram as principais economias por entradas de IDE e investimentos medidos em milhares de milhões de dólares:

  • Estados Unidos (311).
  • China (163).
  • Singapura (160).
  • Hong Kong (113).
  • Brasil (66).

IDE em 2023

De acordo com a CNUCED, os anúncios de projectos greenfield aumentaram ligeiramente, tanto em termos de número como de valor. O crescimento deveu-se, em grande medida, ao aumento dos anúncios nas indústrias transformadoras, rompendo com uma tendência de uma década de declínio gradual do sector. Os anúncios de projectos industriais por parte de empresas chinesas constituíram um importante fator de contribuição, e os aumentos de novos investimentos ocorreram apenas nos países em desenvolvimento, onde o número de projectos anunciados aumentou 15%. Em contraste, nos países desenvolvidos, os anúncios de novos projectos diminuíram 6%. 

Activos

Os movimentos divergentes nos projectos de raiz e nas transacções internacionais de financiamento de projectos reflectem os diferentes motores do investimento na produção e na indústria internacionais (greenfield), por um lado, e nas indústrias de infra-estruturas (financiamento de projectos), por outro. Reflectem igualmente a sensibilidade dos diferentes grupos de investidores às condições financeiras actuais. As empresas multinacionais obtiveram grandes lucros nos últimos anos, o que aumentou a sua capacidade de financiar a expansão dos activos, o que também explica o aumento do número de empresas em fase de arranque. O financiamento de projectos está mais dependente dos investidores institucionais e do financiamento da dívida, que são mais sensíveis aos custos de capital e às tendências do mercado financeiro. As taxas de juro mais elevadas podem também levar os governos a adiar grandes projectos enquanto aguardam condições mais favoráveis.

Empresas multinacionais

A CNUCED indicou que a Europa e a América do Norte emergiram como os principais destinos -como seria de esperar, dado que a maioria das empresas multinacionais no ranking são dos Estados Unidos (19), da Europa (53) e do Japão (10)- com a América Central (incluindo o México -assim classificado pela CNUCED), o Norte de África e a Ásia Ocidental e Central também a ganharem força.