[themoneytizer id="51423-1"]
Portugués

OEA para PMEs: Porque é que é importante? 

Um dos principais benefícios da participação num programa de OEA para PMEs é o próprio estatuto de OEA, de acordo com a Organização Mundial do Comércio (OMC). 

Isto tem um efeito de reputação que altera a perceção dos potenciais clientes sobre o titular do estatuto de OEA (Operador Económico Autorizado). 

O que é um OEA? A Organização Mundial das Alfândegas (OMA) define um OEA como «uma parte envolvida na circulação internacional de mercadorias em qualquer capacidade que tenha sido reconhecida por ou em nome de uma administração aduaneira nacional que cumpra as normas da OMA ou normas equivalentes de segurança da cadeia de abastecimento».

OEA para PMEs

Em comparação com as empresas de maior dimensão, alguns dos benefícios que parecem ser mais concretos para os operadores de PME com o estatuto de OEA são os seguintes 

Redução dos encargos de conformidade

As PME enfrentam frequentemente dificuldades em navegar em procedimentos aduaneiros complexos devido aos seus recursos limitados. 

O estatuto de OEA reduz algumas destas dificuldades, oferecendo processos simplificados. 

Vantagem competitiva do estatuto de OEA para as PME

Um desalfandegamento eficiente e rápido dá às PMEs uma vantagem competitiva específica, que é especialmente benéfica em sectores onde a entrega rápida é importante.

Maior segurança e confiança

O reconhecimento como operador autorizado aumenta a credibilidade de uma PME. 

Este estatuto indica aos parceiros e aos clientes internacionais que a empresa é fiável e cumpre a regulamentação aduaneira, o que gera confiança. 

Possibilidades de expansão internacional

A simplificação dos procedimentos aduaneiros ao abrigo do estatuto de OEA abre caminho para que as MPME alarguem os seus horizontes a nível internacional, facilitando o acesso a novos mercados e a um leque mais vasto de clientes. 

Além disso, os Acordos de Reconhecimento Mútuo (ARM) dos OEA demonstram como a cooperação internacional pode apoiar as PME. 

Os ARM permitem que as PME beneficiem de uma cooperação mais estreita entre as administrações aduaneiras e incentivam a colaboração entre economias para o intercâmbio de boas práticas. 

Vigilância reforçada

As PMEs com estatuto de OEA beneficiam de um processo de transporte mais transparente e controlado, permitindo que as mercadorias circulem de forma eficiente e segura. 

Clareza nas funções organizacionais

O estatuto de OEA ajuda a reduzir a ambiguidade das funções e responsabilidades organizacionais, de modo a que todos os membros da equipa compreendam as suas funções específicas.

Melhores práticas de recursos humanos

Graças ao estatuto de OEA, as MPME podem adotar melhores práticas de RH, tais como procedimentos de recrutamento mais estratégicos e procedimentos de despedimento estruturados. 

Fortes medidas de segurança

As PME que cumprem a certificação OEA têm melhores práticas de segurança interna, garantindo a segurança dos activos e das informações sensíveis. 

Maior exatidão

Com o estatuto de OEA, as PMEs têm maior exatidão na gestão das informações de transporte e nas práticas contabilísticas, melhorando a tomada de decisões e os relatórios financeiros.

 

Redacción Opportimes

Publicidad
loading...
[themoneytizer id="51423-1"]
Mostrar más
Botón volver arriba